Sejam bem vindos ao After Brasil | A sua primeira , maior e melhor fonte sobre os livros da escritora Anna Todd no Brasil

Editora Paralela, publica "Nothing More" no Brasil, por favor! #PublicaNMParalela
A equipe do After Brasil com o apoio dos Afternators brasileiros, a partir desta petição, pedimos formalmente que a Editora Paralela, responsável pelos livros da autora americana Anna Todd no Brasil (com ênfase na série After), que publique a duologia spin-off do personagem Landon Gibson; sendo o primeiro livro chamado de "Nothing More" e o seguinte "Nothing Less" nos Estados Unidos. Em tradução livre, o nome dos livros em nosso país seriam "Nada Mais" e "Nada Menos". (...)
Anna Renee Todd (nascida em 21 de Março de 1989) é uma autora americana conhecida por sua série de livros AFTER, que teve o seu início como uma fanfiction da One Direction, publicada no site de compartilhamento de histórias Wattpad. (...)

Arquivo de 'Entrevistas'



Daniel Sharman não fará parte do elenco de AFTER!
01 June 2017
Daniel Sharman não fará parte do elenco de AFTER!
postado por Grazy Lopes

Em uma entrevista para a revista Daman, Daniel explicou que pensou muito sobre este papel, mas decidiu que não era isso que ele queria. Um balde de água fria para todos os leitores da série, que há meses estão esperando ansiosamente para o lançamento deste filme. Veja o que o ator disse:

Você sabe, eu pensei muito sobre esse projeto, e no final eu decidi que isso não era algo que eu queria fazer. Eu sei que quem quer que fique com esse papel e siga em frente com isso será imensamente amado e famoso. Eu apenas não sinto que é isso que eu quero fazer. Eu provavelmente me perderia nisso. Tendo dito isso, fiquei muito lisonjeado por ter tido o papel oferecido a mim. Eu conversei com os escritores e produtores e conheci o representante do estúdio. Eles vão realizar o projeto, tenho certeza. Eu só acho que alguém que consegue lidar com a loucura de um livro e filme muito populares irá agarrar agarrar essa oportunidade. Esse não sou eu.

Resumindo, a mensagem do ator é clara: ele não está procurando popularidade e não saberia lidar com a fama, e para ele, o papel de Hardin Scott iria ser totalmente ao contrário disso, por ser um livro muito popular entre adolescentes de todo o mundo. Ele prefere papéis secundários e mais intensos, como em Fear the Walking Dead e Teen Wolf.

Agora que Daniel Sharman está fora do jogo, que será que irá disputar o papel de Hardin em AFTER?

arquivado em:
Harry Styles fala sobre AFTER para RollingStone
18 April 2017
Harry Styles fala sobre AFTER para RollingStone
postado por Douglas Vasquez

Harry Styles é a capa da nova edição da revista americana RollingStone e nela fala sobre a série AFTER e o personagem fictício baseado em sua imagem, Hardin Scott.

“E então teve a série da fan-fiction não autorizada apresentando uma versão punk e sexy de “Harry Styles”. Um bilhão de leitores acompanharam as suas façanhas virtuais. (“Não li,” comentou a versão real de Styles, “mas espero que ele tenha aproveitado mais do que eu.“)

O nome da série não é mencionado na entrevista por questões de direitos autorais, mas é claramente uma referência ao personagem que nós amamos e odiamos ao mesmo tempo.

Para ler a entrevista completa no idioma original, clique aqui.

Tradução e adaptação por After Brasil — credite, caso use.

arquivado em:
Anna Todd, “Dizer adeus à AFTER? Nunca”
23 January 2017
Anna Todd, “Dizer adeus à AFTER? Nunca”
postado por Grazy Lopes

A clássica menina americana, que trabalhou em uma loja de waffle e, em seguida, com cosméticos, se casou com o namorado do ensino médio, que acabou de chegar à maior idade e se tornou uma dona de casa dedicada. Em duas linhas, aqui está o resumo da vida de Anna Todd. Ou pelo menos era, até que há 40 meses, publicou uma história online, escrita em seu smartphone e inspirada na One Direction, uma fanfiction (como é chamado um trabalho de ficção inspirado por personagens literários reais ou existentes). Poucas semanas depois de sua estréia na plataforma Wattpad, hoje é o maior usuário, com mais de um bilhão de visualizações, foi para as livrarias, e hoje a série After tem 5  milhões de cópias vendidas em todo o mundo – incluindo mais de 1 milhão na Itália, pela Sperling & Kupfer – e traduzida para 30 idiomas. Mesmo antes de o livro chegar às prateleiras, a Paramount comprou os direitos do filme, que deve começar à ser filmado na primavera. O protagonista do bad boy, Hardin, provavelmente será interpretado por Daniel Sharman de Teen Wolf, enquanto a inocente Tessa, que se apaixona, deve ter o rosto de Indiana Evans (uma das protagonistas da série de TV  H2o – Meninas Sereias). Esperando para que tudo isso aconteça, a escritora de 27 anos está se preparando para contar a última parte de After, Nothing Less, que conclui a história pelo ponto de vista de Landon, o melhor amigo de Tessa e irmão de Hardin.

Começando pelo filme: Quais as regras de ouro impostas à produção.

Número um: Cuidado com a classificação. Eu não gostaria que o filme fosse censurado nos Estados Unidos, além disso, o filme pode ser sexy, sem ter nudez o tempo todo. No entanto, não se preocupe, o público vai ver muitas cenas quentes nas telonas.

Número dois?
Eu lutei para ter Daniel como o protagonista: para mim ele é o Hardin, não tem discussão. Ele já sabe que terá que se exercitar bastante para tirar a camisa de uma forma sensual, mas ele me prometeu que está preparado… (Risos)

E três?
Não altere os diálogos. Deixe-me explicar: às vezes uma pequena mudança altera o significado de uma cena. No primeiro rascunho do roteiro, na cena em que a Tessa vai para a casa do Landon, ela encontra seu amigo com um olho roxo, resultado de um soco de Hardin. Não é crível: o menino no livro quebra pratos de louça, impulsionado pela raiva, mas ele nunca iria bater em seu irmão, mesmo que para evitar a ira da menina que ele ama.

O final também será o mesmo do livro?
Er … não. A cena final do filme é diferente, uma daquelas que te deixa sem palavras. Eu a amo de qualquer maneira, porque se baseia em algo que acontece no segundo livro, mas não me pergunte o que, a minha boca está costurada.

Stephenie Meyer fez uma participação especial nos filmes de Crepúsculo. Você está pensando nisso?
Eu gostaria, desde que eu não dissesse uma palavra. Eu ficaria atrás do balcão de um café…

After se originou como uma história sobre Harry Styles da One Direction. Veremos ele no filme?
Talvez! Mas por agora não há essa possibilidade e até mesmo ter uma de suas músicas na trilha sonora. Talvez uma do Zayn, que está seguindo uma carreira solo, embora ele deixou a banda e eu estava realmente triste pela maneira como ele fez isso.

Você está pronta para dizer adeus à After?
Como eu poderia? Hardin nunca vai me deixar. Por ser uma leitora, eu sei que quando uma história é prolongada, você começa à ficar impaciente, mas enquanto eu puder, eu vou continuar a me divertir em contar a sua história. Por exemplo, para o aniversário de Tessa, publiquei uma história no Wattpad, sobre o futuro de ambos.

Entre Hardin e Landon, quem você escolheria?
Na vida real eu escolhi o Landon, porque meu marido é muito igual à ele, mesmo que nós não tivemos todos os altos e baixos dos romances. Ele é um rapaz calmo, recentemente aposentado, após oito anos no exército.

 

Leia a matéria em Italiano.

 

 

arquivado em:

Semana passada tivemos a primeira parte da entrevista que a Susan McMartin cedeu ao pessoal do Blog Nosy Girls, e hoje saiu a segunda parte dessa entrevista! Nossa equipe traduziu em primeira mão para vocês:

Nosy Girls: Você acha que os seus primeiros rascunhos, você escreveu de menos ou demais ?

Susan: Demais! Com certeza! [Risos] Meu primeiro rascunho do After … oh meu Deus! Tinha 400 páginas. Quer dizer, não tão longo, mas era longo porque o livro era longo. Senti uma lealdade tão incrível com os leitores e com Anna, então eu queria escrever mais. Eu prefiro retroceder do que escrever de menos e deixar o público tipo  ‘Espere, eu senti falta daquela cena.’ É melhor escrever demais e cortar algumas cenas em vez de escrever de menos e ficar tipo uh-oh.

Nosy Girls: Como você foi escolhida para trabalhar como roteirista para o filme After?

Susan McMartin: Isso é realmente interessante. Eu estava em uma viagem com a minha filha e minha mãe, e antes de eu sair para ir, meu agente me enviou o livro, dizendo que as pessoas de After estavam interessadas em uma reunião comigo e queriam que eu lesse o livro. Então, enquanto eu estava nesta viagem com a minha mãe e filha, estava lendo o livro e simplesmente não conseguia largá-lo. Foi mais perfeito porque eu estava neste belo cenário que é Paris, lendo esta história de amor! Foi tão bom.

Liguei para meu agente e disse, ‘Oh meu Deus, eu amo este livro. Eu amo essa história.‘ Eu me relaciono muito com ele também, porque eu tive um Hardin na minha vida. Eu tive um alto e obsessivo, amor tortuoso com este bad boy! [Risos] Então, eu consigo totalmente me relacionar com a história. E depois de ter feito tanta comédia na televisão, em seguida, escrever o Mr. Church, eu disse que queria fazer uma história de amor, então eu estava inclinada para After!

Eu fui até a Paramount e me reuni com os produtores. Eu disse-lhes as minhas ideias para a maneira que eu faria o filme. Basicamente, a maneira que eu faria o filme é muito parecida com o que o livro é, porque eu amo o livro, e este livro acabou capturando o coração de tantas pessoas. Por que eu iria tentar mudá-lo e torná-lo algo que não é? Então, eu disse aos produtores o jeito que eu queria fazê-lo e eles adoraram! Consegui o emprego e, em seguida, falei com Anna Todd pela primeira vez por telefone. Nós conversamos e imediatamente nós nos demos bem e tínhamos uma conexão. Isso foi ótimo, porque este é o seu bebê e eu queria que ela soubesse que ela podia confiar em mim, que eu não iria transformar essa bela história em outra coisa, ter que passar pela máquina de Hollywood e ter algo totalmente diferente.

Desde então, Anna e eu tivemos uma grande amizade. Ela é fantástica e tem sido tão favorável. Ela leu cada projeto e ficou muito feliz e quando ela tinha algum pensamento ou notas, ela me dizia, mas temos tido muita sincronia.

Nosy Girls: Existe alguma coisa que não está no livro que você queria incorporar no filme?

Susan McMartin: Não tinha tantas coisas que não estão no livro, mas eu senti que eu precisava dar ao relacionamento de Tessa com sua mãe outra camada. Eu queria que a mãe dela fosse mais dimensional em termos de, por que ela era tão tensa e controladora e rigorosa. Falei com Anna sobre isso, sobre dar à mãe de Tessa mais do que um papel secundário, porque estamos lidando apenas com o primeiro livro neste filme. Obviamente, enquanto a série continua, nós aprendemos muito mais sobre todos os personagens. Mas, no primeiro livro você está apenas lidando com o que você sabe, daquela primeira edição, então eu acho que eu dei a mãe dela um pouco mais de textura. Ela tem mais do que um papel secundário.

Nosy Girls: Quais são os próximos passos para avançar no filme, e você tem uma estimativa para a data de lançamento?

Susan McMartin: É frustrante e, acredite em mim, eu sinto a frustração dos fãs. Esperávamos que este filme já ia ser feito. Sabemos o que queremos, todo mundo está pronto, os fãs estão prontos. É tão frustrante que o processo para começar a filmar seja tão lento. Essas são coisas estão completamente e, infelizmente, fora do meu controle. Não tem nada a ver com o roteiro ou nada disso. É todo o material de estúdio que leva tempo.

Posso dizer que o filme definitivamente vai sair, não só este, mas o próximo também. Assim que Jennifer Gibgot e a Paramount der ok, as coisas vão começar a se mover muito rapidamente. Jennifer já falou com diretores e já conhecemos os atores que estamos interessados, então uma vez que tivermos o sinal verde, vai ser rápido. Em seguida vamos filmar, e eu espero que comece as filmagens até o final deste ano, então poderia sair no início do próximo ano. Todos nós estamos prontos e ansiosos para começar.

É tão difícil ser paciente. Anna e eu mandamos mensagens o tempo todo tipo asdfndsngv!

NosyGirls: Você espera que o roteiro continue mudando enquanto estiver sendo dirigido?

Susan McMartin: Vai ser interessante. Isso vai depender do diretor. Tenho certeza de que uma vez que o diretor estiver à bordo, ele provavelmente vai ter algumas observações. Só espero que quem quer que seja tenha os mesmos sentimentos que Jennifer Gibgot e eu mesma, que nós queremos permanecer fiel ao material e não de repente começar a reescrever ou qualquer coisa assim. Eu certamente quero estar tão disponível quanto eu posso para o processo e se qualquer reescrita for necessária, eu vou fazê-la. Se tiver uma cena que não está lá que decidirmos que temos tempo suficiente para fazê-la, eu estarei lá.

Tudo vai depender do diretor e quão envolvido ele quer a escritora esteja. Para o Mr. Church, eu estava lá em cada passo do caminho. Isso nem sempre acontece. Às vezes, diretores tomam suas próprias decisões, mas acho que entre Anna Todd, Jennifer Gibgot e eu, nós somos uma força a ser reconhecida. [Risos] Estou animada para trabalhar no próximo filme também.


Todos os créditos dessa entrevista para o site Nosy Girls!

arquivado em:
Susan McMartin fala sobre AFTER Movie para o blog Nosy Girls!
08 September 2016
Susan McMartin fala sobre AFTER Movie para o blog Nosy Girls!
postado por Grazy Lopes

Transformar um romance amado por mais de um bilhão de corações pulsantes de fãs de todo o mundo em um filme, não é tarefa fácil. Felizmente, os Afternators tem Susan McMartin, a roteirista de talento que com certeza, fará com que todas as belas palavras partilhadas entre Hessa signifiquem algo na tela.

Para todos que aceitaram After em seus corações e passaram pelo mesmo trauma emocional como Tessa e Hardin, esta entrevista com Susan McMartin, vai trazer de volta todos os sentimentos Hessa!

Mãe solteira, McMartin, explica as muitas lutas que ela teve que suportar, o que em última análise, a preparou para a oportunidade de escrever o roteiro de After. Tendo lutado muitas batalhas, McMartin estava mais do que pronta para lidar com a intensidade de escrever uma história de amor traumática entre duas pessoas totalmente opostas.

Curiosamente, ficamos sabendo que McMartin teve seu próprio Hardin – um bad boy notavelmente similar – em sua vida. Isso só faz Tessa muito mais compreensível, permitindo o roteiro ser tão realista em transmitir a história do amor enlouquecedor, isto é, Tessa Young e Hardin Scott.

McMartin se apaixonou por After- todos nós – e gostou de discutir as razões que Daniel Sharman é o melhor Hardin Scott, seu estilo de escrita pessoal, alguns dos maiores momentos do livro, e muito mais.

Todo mundo tem uma imagem em sua mente de como exatamente o filme vai ser, mas ver a adaptação de McMartin do comportamento vulgar de Hardin e a inocência de Tessa ganharem vida na tela grande, será um feito monumental para os fãs de After em todo o globo.

1. Ao começar a escrever um novo roteiro, você tem uma estratégia para entrar nele, ou você simplesmente começa a escrever?

Quando estou escrevendo algo original, eu gasto muito tempo pensando sobre isso antes mesmo de eu sentar e escrever. Eu penso sobre o que é que eu quero dizer, quem são os personagens, eu penso muito. Eu costumo caminhar bastante, bem, então na hora que eu sento para escrever, eu já fiz um monte de escrita na minha cabeça.

Quando estou escrevendo para After, eu absolutamente uso um esboço, há todo um processo para a experiência, mas quando eu estou escrevendo algo original, como o Mr. Church, eu não usei um esboço. Eu sabia que queria escrever uma história sobre essa amizade na minha vida. Eu sabia o que eu queria que o público sentisse, por isso todos os dias, quando eu sentava para escrever, eu apenas deixava os personagens me orientar, o que não funciona para todos.

Então, muitas pessoas seguem um processo rigoroso. Eles vão escrevendo um esboço, e pré-rascunhos. No momento em que eles começam realmente a trabalhar no roteiro, eles mapeam cada detalhe. Eu não gosto de fazer isso. Eu gosto de ser surpreendida e ver onde a história quer me levar.

2. Que gênero você acha mais fácil de escrever, para você pessoalmente?
 
Na televisão, eu fiz a minha vida fazendo muito mais comédia, com ‘Two and a Half Men”, e “Mom”, mas no meu coração e quando estou escrevendo para mim mesma, eu gosto mais de drama.

Eu sinto que os meus dramas sempre têm humor neles, porque eu acho que na minha própria vida, eu usei humor para conseguir passar por alguns dos meus momentos mais sombrios. Gosto de histórias baseadas em personagens reais, histórias que não são focadas muito em ação, mas mais histórias emocionais.

3. Quando você estava escrevendo o roteiro de After, qual personagem foi mais fácil para você escrever?

Eu acho que a Tessa. O cara que eu era obcecada é tão parecido com o Hardin, que eu gosto de escrever ele, porque eu realmente entendi aquela luta, de um cara que se apaixonou, mas não se permitirá realmente se apaixonar, e depois, também tem esse segredo horrível.

Mas, eu acho que a Tessa, porque eu posso me identificar com ela. Experimentando a liberdade pela primeira vez, estar longe de sua mãe, e seu despertar. Seu despertar em todos os sentidos, e depois se apaixonar. Eu os amo muito e eu a amo. Eu amo que ela é forte e ela é inteligente, e ela está apaixonada, mas ela não é uma idiota. Ela não é fraca e eu realmente adoro isso nela.

4. Uma vez se juntando à equipe de After, você se surpreendeu com a enorme fã-base que já existia?

Sim, eu não tinha ideia! Eu realmente não tinha mergulhado meus pés no mundo da mídia social, porque além da minha coluna no meu site, eu realmente não tinha tweetado ainda, ou qualquer dessas coisas. Então, quando eu li o livro e eu vi a quantidade de seguidores que ele tinha, eu estava fascinada.

É tão engraçado porque eu estava lendo tudo dos fãs e um dia, eu decidi postar um vídeo para me apresentar. Esses fãs apoiam tanto Anna e este livro e eu quero que eles sintam que podem confiar em mim com esse projeto. Então, eu postei um vídeo no Facebook e foi a melhor coisa que eu fiz, porque imediatamente eles tiveram uma conexão comigo também. Fiquei tão comovida pela demonstração de amor, e é tudo por causa de Anna Todd. Eu sou como a sua irmã postiça! [Risos] Eu herdei sua família.

Eu estava tão comovida com o entusiasmo e o carinho em todos os lugares ao redor do mundo. É simplesmente incrível. Isso mostra que boa história de amor não tem nenhuma barreira de línguas. Ele nos une. Então, agora eu amo fazer esses posts. Então, uma vez que o roteiro foi entregue, não havia mais muitas atualizações para fazer e eu me senti mal, mas de vez em quando eu tento fazer um vídeo e deixar os fãs saberem que tudo ainda está acontecendo.

Quando Anna e eu estamos juntas, é engraçado porque nós duas estamos em nossos telefones e estamos rindo. Ela é tão incrível, porque ela é tão boa em ficar conectada com as pessoas 24/7. Eu nem sei como ela faz isso.

5. Qual é sua parte favorita no livro After?

Eu tenho tantas. Eu amo a cena do lago, a primeira vez que eles vão lá. É tão romântico e também é tão real, a maneira que a Anna escreve a Tessa ter seu primeiro orgasmo, apenas sendo tocada por um rapaz. Fez-me lembrar aqueles sentimentos que eu tinha e eu acho que Anna escreveu de uma maneira tão bonita e honesta e sexy, mas também inocente.

Eu também adoro o casamento quando dançam juntos. Há tantas cenas que eu realmente, realmente amo. Na verdade, eu adoro quando eles estão na sala de aula e Tessa e Hardin estão brigando. Eles estão falando sobre literatura, mas na realidade eles estão falando sobre si mesmos. Eu amo tudo isso.

6. Existe mais pressão em escrever o roteiro de um livro que tem sido tão admirado por fãs em todo o mundo?

Sim, havia muita pressão. E não de fora, eu colocava tudo em mim mesma. Houve momentos em que eu recebia uma nota do estúdio, da Paramount, no roteiro, e eu queria brigar contra eles. Eu diria “Vocês não entendem.” Eu quero ser fiel a esses fãs. Eu era protetora dos fãs e sua própria lealdade para com a história, é por isso que o roteiro é tão parecido com o livro. Você não vai assistir a este filme, e ficar tipo, “Uau, isso não é nada como o livro.” Eu fui ferozmente leal ao livro.

Eu sei que se eu me apaixonar por um livro e então eu ver o filme, e ele não representar o livro ou mudar muito, eu ficaria tão desolada e decepcionada. Eu nunca iria querer fazer isso com os fãs ou com a Anna. Por que eu iria mudar se é uma história tão boa? Por que tentar transformá-la em algo mais?

Eu coloquei muita pressão sobre mim mesma. É por isso que o primeiro rascunho demorou tanto tempo, porque eu estava lutando com o que cortar. Eventualmente, eu tive que cortar coisas. Eu tive realmente que escolher e ter o cuidado de não tirar algo que os fãs realmente amam.

O maior elogio foi, Anna Todd lê-lo e ficar tão feliz. Se ela está feliz, então os fãs ficarão felizes, porque ela era muito vocal. Ela dizia “Faça isso! Você tem que colocar isso!” Ela é tão protetora dos fãs, bem, então eu adoro isso. Eu não quero ser essa pessoa que eles vão falar, “Oh meu Deus, Susan McMartin nos ferrou! “[Risos]

7. Quais são as principais qualidades que Daniel Sharman tem, que você acha que poderia realmente trazer o melhor de Hardin Scott?

Meu Deus. Bem, obviamente ele é super sexy e super misterioso. Ele tem essa qualidade, onde ele pode ir de, um olhar suave e vulnerável a ser realmente duro e fechado. Ele tem essa capacidade. Em pessoa, ele é muito carismático, muito sexy. Como quando eu o conheci, meus joelhos tremiam, eu estava tipo, oh meu Deus. Ele é um sonho, e você quer conhecê-lo.

Ele também é realmente um ótimo ator. Anna Todd e eu, o vimos fazer uma peça e nós estávamos admiradas. Anna o conhece muito bem, eles se tornaram muito próximos e eu estava apenas admirando-o e observando-o. Ele é um ator tão incrível. Penso que, para este filme, esse papel, você quer um ator realmente forte. Ele tem que passar por tantas emoções no filme e por tudo isso, ser portador de um segredo horrível. Você também quer que o público o ame, ter um forte ator que possui todas essas cores diferentes é realmente importante.

Ele ama o projeto também, o que é importante. Você quer ter um ator que leu o livro e o entende e pode dizer “Oh, eu entendo totalmente  este personagem.” Então, eu acho que ele vai ser incrível, e ele é super doce em pessoa. Muito humilde, e é realmente um grande cara.

Eu acho que ele é perfeito. Quando After for feito, eu acho que todos nós estamos esperando que seja com o Daniel – ele é quem todos nós queremos e eu não posso imaginar qualquer outra pessoa como Hardin! Todo mundo está na mesma página.


Muito obrigada ao pessoal do blog nosygirlss por nos convidar a traduzir essa entrevista.

Sigam eles no instagram clicando aqui

arquivado em: